Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Mundo da Inês

Neste blog vou falar e expressar as minhas opiniões sobre vários assuntos. Espero que visitem o meu mundo!

O Mundo da Inês

Neste blog vou falar e expressar as minhas opiniões sobre vários assuntos. Espero que visitem o meu mundo!

07
Abr15

Como se cumprimentam as pessoas pelo mundo

O Mundo da Inês

transferir.png

 

Na Nova Zelândia

Duas pessoas encostam suas testas e esfregam, ou apenas tocam, a ponta dos narizes juntas. O ato é conhecido como “respiro de vida” e acredita-se que tenha vindo dos deuses.

 

No Tibete

As pessoas esticam a língua para fora na hora de cumprimentar, com o intuito de mostrar que não são más. Algumas também colocam suas palmas para baixo, à frente do peito.

 

Na Polinésia

As pessoas encostam uma bochecha na outra e em seguida dão um cheiro profundo no pescoço. 

 

Na Mongólia

Sempre que uma pessoa é recebida em casa, oferecem-lhe uma faixa azul de seda e algodão. O convidado deve esticar a tira e curvar-se suavemente para frente com o apoio de ambas as mãos em quem lhe deu o presente.

 

Nas Filipinas

Em sinal de respeito, os jovens filipinos devem saudar os mais velhos segurando a sua mão direita, curvando-se suavemente para a frente, tendo que encostar os dedos da idosa ou idoso na testa. O ato vem acompanhado da frase “mano po“.

 

Na Gronelândia

A pessoa deve pressionar parte do nariz e do lábio superior sob o rosto de alguém, seguido ainda de uma respiração.

 

No Japão

Reverência com o corpo: a pessoa curva-se diante da outra à sua frente.

 

Na Índia

Reverência com as mãos: este gesto consiste em juntar as duas mãos à frente do peito.

 

Em  Portugal

Os bons amigos portugueses cumprimentam-se com um abraço apertado, enquanto todos os outros (excepto quando são dois homens que não são de família chegada) utilizam dois beijos – primeiro à esquerda e depois à direita. Em Portugal até as crianças têm que cumprimentar os adultos com dois beijos na cara, e os pais levam esta questão de educação muito a sério. Também se utiliza muito o aperto de mão.

 

No Egipto

A amizade entre homens é muito importante no Egipto, e estes abraçam-se ou dão beijos na cara. Um aperto de mão é muito pouco comum, portanto os viajantes do sexo masculino nunca devem começar um encontro desta forma, apenas se a outra parte o fizer. As mulheres limitam-se a um sorriso tímido ou um aceno.

 

Na Alemanha

Entre amigos, os alemães preferem um abraço apertado para se cumprimentarem do que um beijo na cara ao dizer olá ou adeus. Mas há excepções, algumas mulheres (e apenas mulheres) cumprimentam-se com um beijo na cara. Os homens limitam-se a apertos de mão.

 

Na França

Ao cumprimentar os amigos, no Norte utilizam-se dois beijos em cada lado da cara, e no Sul três – esquerda, direita, esquerda. Em Paris é diferente: um beijo com a combinação esquerda, direita, esquerda, direita, iniciado com um pequeno abraço. No que respeita aos contactos com estranhos, os franceses são mais reservados e não utilizam os beijos.

 

Em Espanha

Alguém que não dê um beijo na cara quando cumprimenta alguém é tomado como estranho e arrogante. Os homens espanhóis gostam de dar o primeiro passo cumprimentando as mulheres do lado direito e depois à esquerda, e simultaneamente abraçando ligeiramente a cintura. No entanto, há que ter muito cuidado, isto não é comum no escritório ou em circunstâncias profissionais.

 

No Reino Unido

Em comparação com o resto da Europa, os britânicos são mais conservadores e menos emocionais ao cumprimentar com um “Como está?”. Este é o processo entre homens e com estranhos, juntamente com um aperto de mão. 

 

Na Rússia

Os homens beijam-se na boca para se cumprimentarem.

 

2 comentários

Comentar post