Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Mundo da Inês

Neste blog vou falar e expressar as minhas opiniões sobre vários assuntos. Espero que visitem o meu mundo!

O Mundo da Inês

Neste blog vou falar e expressar as minhas opiniões sobre vários assuntos. Espero que visitem o meu mundo!

11
Fev16

Entrevista com Francisco Coelho

O Mundo da Inês

 

Francisco Quirino Caires Sousa Coelho tem 24 anos e mora na zona de Oliveira de Azeméis com a irmã e as 4 sobrinhas.

Para além de ter participado no The Voice Portugal também tentou a sua sorte no Ídolos, apesar de não ter passado na primeira fase.

Tem um canal no Youtube, onde coloca alguns covers de músicas.

Francisco admira FF, Bruno Mars, James Bay, Adele, James Arthur, Michael Bublé, Diogo Piçarra, Sara Tavares, Coldplay, John Legend, Anjos, Anselmo Ralph, entre outros.

 

 

 

O Francisco Coelho é o meu convidado, uma pessoa muito talentosa, que veio da Madeira para Portugal Continental tentar a sua sorte.

Nas Provas Cegas cantou “Porque ainda te amo” de Mickael Carreira.

Nas Batalhas mostrou o seu enorme talento ao lado de Guilherme Azevedo, com o tema Angels, apesar de ter ficado por aqui.

 

 

Inês: Quando é que a música entrou na sua vida?

Francisco: Desde muito cedo, a música esteve presente na minha vida, especialmente nas fases mais difíceis. Quando tinha por volta de uns 5/6 anos comecei a ver a música como o meu porto de abrigo e espaço de conforto mental, devido aos problemas que, infelizmente, foram surgindo na minha família. Com esses problemas tive uma necessidade enorme de amadurecer, e achava estranho e, ao mesmo tempo, curioso como as músicas se relacionavam imenso com as histórias da minha vida. Então, a música começou a ter uma importância enorme na minha vida desde essa idade (5/6 anos).

 

Inês: Que estilos musicais admira?

Francisco: Gosto muito de flutuar entre os diversos estilos e géneros musicais. Gosto de tudo um pouco, mas os que me entusiasmam mesmo são o Soul e o Pop. Gosto muito de vozes únicas e com características muito peculiares, tais como o timbre, a emoção aplicada, os riffs e runs, os vibratos, um falsete diferente, uns bons graves e agudos, etc. A letra de uma música também fala e mexe muito com o meu interior e com as minhas emoções. Como também referi na minha Prova Cega aos mentores, gosto muito da abordagem da temática romântica, visto que o ‘amor’ é uma linguagem tão universal e a Música um veículo tão conveniente. :)

 

Inês: Porque é que decidiu participar no The Voice Portugal?

Francisco: Nem foi pelo fator competitivo, porque nunca vejo as coisas dessa maneira (Os sonhos das pessoas não deviam ser postos à prova assim). Não fui para mostrar que sou melhor que este ou aquela, ou até mesmo com o espírito de vencedor ou de perdedor. Fui, porque quis mostrar o artista que, a cada dia que passa, tento sempre moldar. Agarrei a oportunidade como mais um desafio. Fui até onde Deus permitiu e senti-me um privilegiado por ter pisado um palco como o do The Voice e ter tido mais alguma visibilidade, que era o pretendido.

 

Inês: Fez amizades com alguns concorrentes durante a sua participação no programa?

Francisco: Durante a minha participação no programa: em cima de palco e até mesmo nos bastidores, na minha equipa, nas outras equipas, nas Provas Cegas e até mesmo na equipa de produção - encontrei caras e corações muito diversificados, pessoas com diferentes histórias por contar, com razões e formas variadas de viver a Música. Foi toda uma experiência inexplicável e que me fez viver emoções extremas e únicas. As pessoas que conheci são de levar para a vida, porque o que temos em comum é muito forte, todos partilhamos o mesmo desejo, o de cantar e de mostrar a nossa alma :) 

 

Inês: Porque é que decidiu levar a música “Porque ainda te amo”?

Francisco: O que TEM DE SER fala mais alto.

 

Inês: Porque é que criou um canal no Youtube?

Francisco: Criei um canal de Youtube, porque é uma plataforma de fácil acesso e porque as tecnologias começam a ‘tomar conta' de grande parte do nosso dia. Em termos de divulgação é um meio bastante eficaz, portanto tento, ao máximo, fazer ‘covers’ e espalhar o meu trabalho pelo Youtube e restantes redes sociais. Sinto-me bem à frente da câmera, por isso sem problemas. Gosto muito do processo de edição e produção audiovisual, daí eu aventurar-me a criar os meus próprios vídeos, e fazer um ou outro mais elaborado em termos de história, para cativar o espectador.

 

Inês: Quer fazer da música a sua vida?

Francisco: Sim, se Deus permitir. Eu quero ser artistas e acima de tudo ser visto como tal. Não quero ser famoso, quero ser bem sucedido e saber que trabalhei imenso para tal. Quero ser a pessoa com a qual todos os dias sonho ser. Poder ajudar a minha família, que tanto fez por mim. Ter estabilidade financeira e dar um descanso à mulher da minha vida, a minha mãe. Quero poder lançar o meu material original. Que as horas a fio que passo a cantar e a magicar palavras valham sempre a pena. Que a minha música passe na Rádio e na TV. Quero encher palcos e coliseus, sentir aplausos sinceros e merecidos.

 

Inês: Se pudesse usar um adjetivo como se definiria?

Francisco: Sonhador!!! E nunca vou mudar isso em mim. :)

 

Inês: Vai participar na próxima edição do The Voice Portugal ou até mesmo no Got Talent Portugal?

Francisco: Vamos ver!

 

Inês: Muito obrigada por aceitar fazer a entrevista.

Francisco: Muito obrigado eu Inês :). São palavras honestas e vêm do fundo do meu coração. Beijinhos!

4 comentários

Comentar post