Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Mundo da Inês

Neste blog vou falar e expressar as minhas opiniões sobre vários assuntos. Espero que visitem o meu mundo!

O Mundo da Inês

Neste blog vou falar e expressar as minhas opiniões sobre vários assuntos. Espero que visitem o meu mundo!

21
Mar16

Entrevista com Milene Sofia

O Mundo da Inês

Milene Sofia Padeiro tem 19 anos e mora em Bucelas com a mãe, o padrasto, o irmão e a avó.

Milene começou a dar os primeiros passos no mundo da música, ainda em pequena, ao participar no Festival da Canção Infantil no Algarve, participou no concurso Grande Prémio de Fados, e por último no The Voice Portugal, com o tema Highway To Hell.

Ela já cantou em algumas casas de fados, como por exemplo Casa de Fados Luso e Casa de Fados Maia.

A Milene representa a marca Novotrapo.

É a Milene Sofia, uma excelente cantora da equipa de Mickael Carreira, que vou hoje receber para uma entrevista.

 

Em que idade é que a música entrou na sua vida?

A música entrou na minha vida por volta dos meus 9 anos, por brincadeira. Contudo, só aos 13 anos é que percebi que gostava mesmo de cantar e que talvez até tivesse mesmo jeito. Desde essa altura que comecei a levar a música de uma forma mais séria. Dizia "eu quero mesmo isto!".

 

Quais são os seus estilos favoritos?

Os meus estilos de música preferidos... Bem, tenho muitos. Costumo dizer que não ouço estilos específicos. Ouço música, ponto. Mas confesso que tenho preferência por Rock e por Fado.

 

Porque decidiu participar no The Voice Portugal?

Decidi participar no The Voice Portugal pelo espírito de aventura. Para dar a conhecer a minha voz e poder começar a investir mais nela. Preciso de me sentir em constante desafio, por isso acho que já queria participar num programa destes há muito tempo. O formato deste programa, do The Voice, cativou-me muito. É um projecto sério, seguro. Adorei, foi uma das melhores experiências da minha vida, sem dúvida.

 

Já tinha alguma ideia da pessoa que iria escolher para seu ou sua mentor(a)?

Não, nem sequer pensava que fosse possível virar as cadeiras, por isso foi uma escolha de momento.

 

Qual é que acha que foi a sua melhor atuação?

Possivelmente a da primeira gala. Dei tudo o que podia no momento. Mostrei o meu power, senti-me mesmo livre.

 

Gosta mais de cantar fado ou outro estilo musical?

Gosto mais de cantar Fado. Sinto mais, desafia-me mais. É um estilo "nosso", português. O Fado faz-me dar o melhor de mim. Por outro lado também gosto muito de cantar Pop Rock, Rock. Aliás, tudo mesmo.

 

Fez amigos no The Voice Portugal?

Fiz sim, amigos que quero e espero levar para a minha vida inteira.

 

Houve uma fase na sua vida que foi mais complicada. Porquê?

Houve uma fase mais complicada na minha vida, sim, devido à minha falta de confiança. Era extremamente magrinha e era alvo de comentários por causa disso. Passei algum tempo por isso, custou-me muito. A cada dia que passava era mais insegura. Deixei de viver, basicamente. Isolei-me muito, e foi isso que me levou à depressão. Felizmente tive uma família que me ajudou bastante, que nunca desistiu de mim, e consegui ultrapassar essa fase.

 

 Pretende voltar a participar numa das próximas edições do The Voice Portugal ou em outros programas do género?

Não, de momento não faço questão disso. Vou criar os meus projectos, trabalhar neles... Mas não penso em voltar a participar novamente nestes projectos. Não para já.

 

Que projetos tem para este ano? O que podemos esperar da Milene?

Pretendo continuar a cantar em casas de Fado, criar a minha banda de covers e ainda permanecer no mundo da Moda. Veremos se é possível. Podem esperar muita energia, muita paixão e muitos sorrisos, sempre!

 

Muito obrigada por esta entrevista, Milene.

Obrigada eu! Mil sorrisos para todos!

 

14
Mar16

Morreu Nicolau Breyner

O Mundo da Inês

Imagem sicblogue.blogspot.com

 

 

Faleceu o actor Nicolau Breyner. Tinha 75 anos.

O actor estava desde outubro a gravar a telenovela A Impostora, que ainda não estreou, e tinha viagem marcada para o Brasil amanhã.

Para além de actor, Nicolau Breyner era também guionista, realizador, apresentador, diretor de atores, e empresário na área audiovisual, tendo tido uma longa carreira no teatro, cinema e televisão.